Notícias

Estudantes do Colégio Província destacam conhecimento adquirido durante competição de robótica

Jovens tiveram a oportunidade de assistir a uma aula de Física no Fermilab, laboratório com o segundo maior acelerador de partículas do mundo

308966_693183_colegio_provincia_first__1_A experiência de participar do FIRST Robotics Competition, em Chicago, nos Estados Unidos, entre os dias 30 de março e 1° de abril, possibilitou aos estudantes do Colégio Província de São Pedro a oportunidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos durante o desenvolvimento do robô. Além disso, os jovens puderam realizar uma visita ao laboratório Fermilab, onde tiveram uma aula de Física. O professor de Robótica, Vitor Barbieri, destacou o grande aprendizado dos jovens.

– Pontuamos bastante e jogamos muito bem. Além disso, o grupo estava muito empolgado e envolvido. Acabamos não avançando, mas isso é algo natural dentro de uma competição. Vejo como uma experiência de vida para os alunos, para que entendam que nem sempre conseguimos vencer – comenta Barbieri.

A importância do trabalho coletivo foi uma das lições que os jovens destacaram. De acordo com o estudante do 3° ano do Ensino Médio, Theodoro Froeder, um mentor de outra equipe se dispôs, durante a partida, a auxiliá-los com alguns problemas técnicos que eles tiveram.

– Muito além da competição em si, aprendemos o valor da cooperação, que ao ajudar as pessoas elas também vão lhe ajudar. É preciso ser profissional sempre e colaborar com o próximo – disse Froeder.

O FIRST significou, ainda, a troca de experiências com jovens do mundo todo. De acordo com o estudante, é possível encontrar pessoas que têm interesse semelhante, possibilitando a troca de conhecimento.

Presente em campo pela primeira vez, o aluno do 1° ano do Ensino Médio, Giancarlo Marusiak Bonin, afirma que, após duas viagens acompanhando o grupo, pôde vivenciar uma experiência mais completa.

– Estava por dentro de tudo que estava acontecendo e percebi a importância do trabalho em equipe. Esperávamos poder fazer mais, e acreditamos que poderíamos ter feito, mas não foi possível, pois muitos problemas não aconteceram por culpa nossa – aponta Bonin.

A competição ainda proporcionou uma boa surpresa à equipe. Ao conhecer uma família brasileira, que reside atualmente nos Estados Unidos, os jovens receberam um convite para visitar o Fermilab, cujo laboratório conta com o segundo maior acelerador de partículas do mundo, o Tevatron.

– Sempre tivemos curiosidade de conhecer um acelerador, pois ouvimos falar muito sobre. O pai de uma das competidoras trabalha no laboratório e nos ofereceu uma aula. Foi uma oportunidade única, principalmente por facilitar a compreensão com a explanação em português – complementa Froeder.

Uma experiência de vida completa, a viagem oferece, ainda, uma base para o planejamento futuro dos estudantes. Giancarlo Bonin afirma que os conhecimentos adquiridos durante o projeto auxiliarão na escolha da profissão.

O #383 Team do Colégio Província de São Pedro não chegou a avançar para as finais da etapa Regional de Chicago, mas acabou a fase classificatória como o 13º robô mais pontuador entre 53 competidores, tendo competido em alto nível nessa super disputada etapa. Essa foi a 18ª edição de que a escola participa, tendo levado o título de campeã em 2001, 2002, 2010 e 2013. O FIRST é a maior competição internacional de Robótica na área da educação.